São Paulo vira sobre a Ponte Preta no fim com gols de Sara e Calleri pelo Paulistão - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2022

São Paulo vira sobre a Ponte Preta no fim com gols de Sara e Calleri pelo Paulistão

 


Neste domingo, o São Paulo foi até o Moisés Lucarelli para enfrentar a Ponte Preta, em duelo válido pela sexta rodada do Campeonato Paulista. O time de Rogério Ceni buscou a virada com gols de Gabriel Sara, aos 41 do segundo tempo, e Calleri, já nos acréscimos da partida. Lucca marcou para a equipe de Gilson Kleina na primeira etapa.

Com o resultado, o Tricolor chega a sete pontos no grupo B, mesma pontuação da Ferroviária. A Macaca segue na terceira colocação do grupo D, com sete.

Na próxima rodada, o São Paulo recebe a Inter de Limeira, na quinta-feira, às 21h30 (de Brasília). Já a Ponte Preta joga em casa contra o Botafogo-SP, na quarta, às 19 horas (de Brasília).

O jogo – A partida começou com o São Paulo dominando a posse de bola. Porém, a equipe não conseguiu achar espaços para finalizar. A Ponte Preta levou perigo em contra-ataque após bolas roubadas de Gabriel Neves no meio-campo.

Aos 23 minutos, a Macaca aproveitou um momento de desatenção da defesa do São Paulo. Kevin cobrou rapidamente um lateral, Pedro Júnior recebeu livre na área e sofreu pênalti de Jandrei. Lucca foi para a cobrança e bateu firme para abrir o placar.

O São Paulo rapidamente esboçou uma reação, conseguindo trocar passes na intermediária. Aos 32, Gabriel Sara realizou bom chute de fora da área e parou em defesa de Ygor.

O primeiro tempo chegou ao fim com um panorama parecido. O Tricolor levou leve perigo em chutes de fora da área, enquanto o time de Campinas teve chance em contra-ataque.

A segunda etapa também começou com o São Paulo dominando a posse de bola. O time conseguiu uma boa sequência de passes aos 12 minutos, que culminou em mais um bom chute da entrada da área, desta vez de Eder.

A Ponte Preta seguiu bem na missão de manter o São Paulo longe de sua área. O Tricolor assustou novamente com chute de fora da área de Pablo Maia, deste de mais longe, da intermediária.

O time de Rogério Ceni seguiu pressionando pelo empate, mas sem conseguir criar grandes chances. A entrada de Calleri no lugar de Rigoni fez os cruzamentos da equipe levarem mais perigo.

Até que, enfim, um levantamento na área deu resultado. Aos 41, Marquinhos colocou na cabeça de Gabriel Sara, que testou na medida certa, sem chances para Ygor.

Gazeta Esportiva (foto: Rubens Chiri/assessoria)

Nenhum comentário: