Diego Costa faz acordo e vai deixar o Atlético-MG; Corinthians estuda proposta - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

domingo, 9 de janeiro de 2022

Diego Costa faz acordo e vai deixar o Atlético-MG; Corinthians estuda proposta

 


Atlético-MG e Diego Costa chegaram a um acordo e o centroavante vai deixar o Galo. A negociação ainda precisa ser oficializada, mas foi definida nesta sexta-feira. Entretanto, diferente do que se imaginava, o clube mineiro não receberá nenhuma compensação financeira, independentemente de qual será o rumo de Diego Costa.

Nenhum clube, seja ele brasileiro ou do exterior, precisará arcar com multa rescisória devido a um “acordo de cavalheiros”. A informação é de que os representantes de Diego Costa acertaram com Rodrigo Caetano, diretor de futebol atleticano, pouco antes da assinatura do vínculo com o Galo, que o jogador poderia sair livre, caso tivesse esse desejo ao fim da temporada.

Portanto, a multa rescisória no valor de R$ 16 milhões valeria apenas na situação de uma eventual transferência em meio à disputa dos campeonatos. Pouco após o início das férias, Diego Costa manifestou a intenção de deixar o clube. Houve muita resistência interna devido ao contrato com vencimento para dezembro de 2022 e, principalmente, a partir do momento que o Corinthians admitiu interesse.

Nos bastidores, o Galo tentou contornar o problema exigindo o pagamento da multa rescisória. Às pessoas próximas ao jogador, foi dito que o Atlético dificultaria ao máximo a liberação de Diego para equipes como Corinthians, Palmeiras e Flamengo, já que eventualmente podem ser rivais diretos em brigas por títulos.

Um grande “climão” foi formado, e a situação ficou desconfortável para Rodrigo Caetano, que passou a ser pressionado pelo staff de Diego, a quem deu sua palavra, e também pela cúpula diretiva do Atlético, que não pretendia perder o jogador dessa maneira. A partir disso, diversas alternativas foram estudadas. Uma delas incluía a participação de jogadores do Corinthians no negócio.

Mas, o Timão manteve a postura de só aceitar conversar com Diego Costa livre, e sem envolver nenhum outro atleta. As opções foram se esgotando e, enfim, o “acordo de cavalheiros” foi determinante para Diego realizar aquilo que gostaria, ou seja, mudar de ares ao fim da temporada 2021, sem qualquer relação com multa.

Agora, o centroavante vai estudar propostas. A preferência é pelo futebol europeu, mas Diego Costa sempre deixou claro que gostaria de ter o desafio de atuar no Corinthians. Aliás, o ‘namoro’ com clube do Parque São Jorge começou porque Diego Costa foi oferecido, e não procurado.

O nome do camisa 19 foi aprovado internamente, inclusive pelo parceiro que assumirá os custos salariais da eventual contratação e, por isso, as portas sempre estiveram abertas para conversas. Com Diego livre, as negociações serão aceleradas, com intenção de serem concluídas até o fim de janeiro. Até lá, ele terá decidido se voltará à Europa ou não.

Ao sair do Galo, Diego Costa, de 33 anos, abriu mão de um contrato que lhe renderia cerca de R$ 20 milhões nos próximos 12 meses. Além de Diego Costa, o Corinthians também tem mantido conversas com representantes de Cavani e Suárez.

Gazeta Esportiva (foto: Pedro Souza/assessoria)

Nenhum comentário: