Palmeiras sofre, mas bate o Bragantino e vai à final do Paulistão pelo 3º ano seguido - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

segunda-feira, 28 de março de 2022

Palmeiras sofre, mas bate o Bragantino e vai à final do Paulistão pelo 3º ano seguido

 


O Palmeiras está classificado para mais uma final de Campeonato Paulista. Em duelo disputado, há pouco Verdão derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 1, em casa, pela semifinal, e chegou a sua terceira decisão consecutiva no torneio. Murillo e Rony anotaram os gols dos mandantes, enquanto Realpe descontou.

O Alviverde disputa o título com o time que avançar na outra semifinal, que será entre São Paulo e Corinthians. A partida acontece no Morumbi, às 16h do domingo.

O Palmeiras, aliás, segue sendo o único clube invicto no Paulista. São 11 vitórias e três empates. Por ter a melhor campanha, a equipe de Abel Ferreira terá o direito de jogar o segundo jogo da final em casa.

O jogo – Empurrado por mais de 37 mil pessoas, os anfitriões iniciaram a primeira etapa com tudo. Com apenas um minuto, Scarpa cruzou na área, Gómez desviou e Murillo emendou forte chute para abrir o placar.

A resposta dos visitantes saiu logo em seguida. Hyoran recebeu grande passe de Helinho na área e soltou o pé, obrigando Marcelo Lomba a fazer ótima defesa. Aos 18, Léo Realpe aproveitou a confusão dentro da área após cobrança de falta de Helinho e testou firme para deixar tudo igual.

Com o gol sofrido, o Palmeiras voltou a pressionar. Com 27 minutos, Dudu partiu em liberdade pela direita e cruzou rasteiro. No meio da área, Rony não alcançou a bola e Scarpa chegou finalizando do outro lado, mas na rede pelo lado de fora.

Na sequência, Veiga dominou com liberdade na entrada da área e arrematou. Atento, Cleiton voou para fazer bela defesa. Já aos 39, nada impediu que o Verdão voltasse a ficar a frente. Dudu recebeu bom lançamento, invadiu a área pela direita e cruzou rasteiro para Rony completar para o fundo da rede.

No fim do primeiro tempo, o Bragantino tentou apertar. Aos 45, Tubarão pegou a sobra na meia-lua e soltou uma bomba por cima do gol. No lance seguinte, Helinho arriscou chute colocado e levou perigo.

Na volta do intervalo, o time do interior seguiu em cima. Com sete minutos, Tubarão cortou a marcação e obrigou Lomba a fazer boa defesa. Pouco tempo depois, o goleiro voltou a trabalhar, dessa vez em arremate de longe de Hyoran.

Aos 16, Helinho recebeu no meio, se aproximou da área e finalizou com muito perigo. Três minutos depois, Hyoran cobrou falta da intermediária, a bola desviou em Rony e tirou tinta da trave. Na sequência, foi a vez de Luan Cândido arriscar em tiro livre. O lateral soltou o pé e viu Lomba se esticar todo para evitar o golaço.

Do outro lado, o Palmeiras respondeu aos 40. Dudu pegou a sobra após cobrança de falta e emendou um forte chute por cima. Já nos 44, Wesley recebeu ótimo passe dentro da área e carimbou a trave. O tento perdido, no entanto, acabou não fazendo falta, já que os rivais não tiveram força para reagir.

Gazeta Esportiva (foto: assessoria/Cesar Greco)

Nenhum comentário: