Convocada para disputar a quinta Olimpíadas, atleta de goalball representa Mato Grosso em Tóquio - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

terça-feira, 13 de julho de 2021

Convocada para disputar a quinta Olimpíadas, atleta de goalball representa Mato Grosso em Tóquio

 


Aos 34 anos, a atleta Ana Carolina Duarte viaja para disputar os Jogos pela quinta vez e ressalta a importância do prêmio olímpico promovido pelo governo do Estado.


Não encontro nem palavras para agradecer o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), em apoiar os atletas convocados para as Olimpíadas. Graças a Deus estou sendo valorizada e reconhecida pelo esporte e sou muita grata a Deus por iluminar minha vinda para Mato Grosso, especialmente para Cuiabá”, conta entusiasmada a atleta paralímpica Ana Carolina Duarte, 34 anos, que vai para sua quinta Paralimpíadas em Tóquio.

Ela é uma das atletas contempladas pelo prêmio olímpico do Governo de Mato Grosso com um cachê de 30 mil reais por sua convocação. Caso ela conquiste uma das três medalhas, o prêmio chega a 100 mil reais. “O governador Mauro Mendes marcou um gol de placa ao incentivar os atletas do Estado”, diz.

Ana Carolina Duarte vai para sua quinta Paralimpíadas. A primeira com a seleção brasileira de Goalball foi em 2004 na Grécia. Depois em 2008 em Pequim, na China. Em 2012 em Londres e por último no Rio de Janeiro, em 2016. Conquistou o bronze no mundial de 2018 na Suécia e foi bicampeã no ano seguinte, no Pan-americano na cidade de Lima, Peru.

A felicidade de Ana Carolina Duarte foi em dobro em virtude de seu técnico, Altemir Trap, também ser agraciado com o prêmio de 10 mil reais. “Meu técnico também foi convocado e ainda por cima é meu esposo”, diz. A vida da atleta nos últimos dias praticamente mudou com a rotina de viagens para se juntar à seleção em São Paulo e às atividades físicas.

Desde o mês de março minha vida é uma correria só. É uma semana aqui em Cuiabá envolvida com atividades físicas, academia e deveres de casa e na outra viagem para São Paulo para treinar com a seleção brasileira. É cansativo, mas prazeroso, pois estou fazendo o que sempre sonhei, graças a Deus. Agora é pensar nas Olimpíadas e agradecer a Deus para que tudo dê certo”, finalizou.

 

 

Por: Da Redação olhar esportivo com Assessoria

 

 

 


Nenhum comentário: