MPT-MS e TRT entregam materiais esportivos para dez escolas do interior - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

terça-feira, 22 de junho de 2021

MPT-MS e TRT entregam materiais esportivos para dez escolas do interior

 

Recurso oriundo de ação trabalhista também possibilitou ampliação de unidade de ensino

O Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso do Sul e o Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região formalizaram, no último dia 10, a doação de materiais esportivos para dez escolas do interior do estado.

A iniciativa visa fomentar e democratizar o acesso à prática esportiva e de lazer, com caráter formativo e educacional, beneficiando diversas crianças e adolescentes. Na ação, foram contempladas as seguintes unidades de ensino: Centro Educacional Prof. Salvador Nogueira, Iguatemi; EM Prof. Elizabete Lucena Campos, Deodápolis; EM Joaquim Camargo, Selvíria; EE Juracy Cardoso, Naviraí; EM Irene Linda Ziole Crivelli, Taquarussu; EE Alziro Lopes, Guia Lopes da Laguna; EM Pedro Ajala, Bela Vista; EM Prof. Eduardo Pereira Calado, Novo Horizonte do Sul; EE Eldorado, Eldorado, e EM Santa Rosa, Itaquiraí.

A entrega ocorreu na Escola Estadual Prof. José Juarez Ribeiro de Oliveira, em Itaquiraí, como parte das ações previstas para a semana do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil (12). Os kits esportivos foram adquiridos com recursos arrecadados em ação civil pública movida pelo MPT-MS e deferida pela Justiça do Trabalho. Incluíram bolas de futsal, voleibol, basquetebol, redes, apitos e coletes.

Participaram da destinação dos materiais o procurador do MPT-MS, Jeferson Pereira, o desembargador João de Deus Gomes de Souza, o juiz do Trabalho Marcio Alexandre da Silva, gestor regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, diversos prefeitos e representantes dos estabelecimentos favorecidos.

Reforma

Além da entrega dos kits esportivos, os membros do MPT e da Justiça do Trabalho fizeram vistoria na obra que está sendo executada na Escola Estadual Prof. José Juarez Ribeiro de Oliveira. A mudança estrutural compreende a construção de duas salas que serão utilizadas como oficinas para iniciativas culturais e estudantis realizadas na unidade. Entre elas, atividades do projeto Júri Simulado, sala de leitura e desenvolvimento de robótica pela equipe Itaquibots, orientada pela professora e atual diretora adjunta da escola, Andreia Cristina Soares.

O projeto de construção das duas salas já existia há sete anos e a comunidade escolar tinha solicitado recursos por emenda parlamentar e pela Câmara Municipal de Itaquiraí, mas sem êxito. "É um espaço adequado para tudo. Para a escola é de muita valia, é muito bem-vindo”, comemora o diretor Dênis Júnior Henrique da Silva.

Quase R$ 250 mil estão sendo empregados na obra, provenientes de ação civil pública ajuizada pelo procurador do Trabalho Jeferson Pereira perante a 2ª Vara do Trabalho de Dourados.

 

Nenhum comentário: