São Paulo vinga virada no Brasileiro e sai na frente do Palmeiras nas oitavas da Copa do Brasil - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

sexta-feira, 24 de junho de 2022

São Paulo vinga virada no Brasileiro e sai na frente do Palmeiras nas oitavas da Copa do Brasil

 


O São Paulo saiu na frente nas oitavas de final da Copa do Brasil. Recebendo o Palmeiras nesta quinta-feira, no Morumbi, pelo jogo de ida, o time comandado por Rogério Ceni deu a volta por cima após o revés para o rival na última segunda, de virada, nos acréscimos, conquistando o importante triunfo por 1 a 0, graças ao gol de Patrick.

Com o resultado, o São Paulo acabou com uma invencibilidade de 19 jogos do Palmeiras e assegurou a vantagem para a partida de volta, que acontece dia 14 de julho, no Allianz Parque. O Tricolor precisará de um empate no estádio alviverde para avançar às quartas de final da Copa do Brasil.

Agora, São Paulo e Palmeiras voltam o foco para o Campeonato Brasileiro. O Tricolor volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Juventude, no Morumbi. Já o Verdão visita o Avaí, na Ressacada, no mesmo dia.

O jogo – O São Paulo começou o jogo desta quinta-feira da mesma maneira que o da última segunda: pilhado. Logo aos dois minutos Calleri quase abriu o placar ao completar de cabeça cruzamento de Reinaldo, mas Weverton fez boa defesa. Pouco depois, Igor Gomes teve outra boa chance ao receber cruzamento no segundo pau, mas chutou para fora, a centímetros da meta alviverde.

Embalado pela torcida, que compareceu em peso ao Morumbi, o São Paulo manteve a forte pressão sobre o Palmeiras e teve mais uma boa oportunidade de abrir o placar com Calleri, que novamente arrematou de cabeça e viu Weverton espalmar para evitar o gol tricolor. O Verdão, por sua vez, só foi levar perigo aos 27 minutos, quando Marcos Rocha achou ótimo passe em profundidade para Gabriel Veron, que não chegou a tempo de completar de carrinho dentro da área.

Determinado a evitar o roteiro da última segunda-feira, o São Paulo, enfim, acabou abrindo o placar aos 30 minutos. Patrick se enrolou com a marcação, e a bola sobrou para Rodrigo Nestor, que tocou novamente para o meio-campista chegar antes de Gustavo Gómez, invadir a área a bater com categoria na saída de Weverton, fazendo 1 a 0.

No minuto seguinte, Patrick fez o desarme na faixa central do gramado e arrancou com a bola até a entrada da área, batendo cruzado, mas fraco, facilitando o trabalho de Weverton. A outra única chance de perigo criada pelo Palmeiras aconteceu pouco antes do intervalo, quando Dudu fez o cruzamento para o meio da área e viu a bola bater em Diego Costa e sair pela linha de fundo, assustando a torcida tricolor.

O São Paulo tentou manter o ritmo do primeiro tempo na etapa complementar. Logo no primeiro minuto, Reinaldo desceu pela esquerda e fez o cruzamento à meia-altura. A zaga palmeirense desviou, e a bola sobrou para Igor Vinícius, que chegou batendo de primeira da entrada da área, mas mandou para fora. O Verdão respondeu pouco depois com Gustavo Gómez, que, como um centroavante, segurou a marcação de costas e fez o cruzamento, carimbando o travessão, mas a bola já havia saído pela linha de fundo antes de o zagueiro paraguaio alçá-la no segundo pau.

Após os primeiros minutos, o clássico ficou mais truncado. O Palmeiras manteve mais a posse de bola, mas não encontrava muitos espaços na defesa tricolor. Desta forma, o jeito foi arriscar de fora da área. Aos 24 minutos, Gustavo Scarpa recebeu na direita, levou para o meio a bateu colocado, mas mandou por cima do gol.

Aos 31 minutos, o São Paulo criou sua primeira jogada de perigo trabalhada de pé em pé. Igor Gomes abriu para Igor Vinícius, que chegou na linha de fundo, driblou Piquerez e cruzou rasteiro para Rodrigo Nestor, que chegou batendo de primeira, mas mandou para fora, desperdiçando uma ótima chance para ampliar o marcador.

Nos minutos finais o São Paulo sofreu uma baixa de peso. Arboleda acabou torcendo o tornozelo em uma disputa de bola com Navarro e teve de ser substituído por Miranda, se tornando mais uma dor de cabeça para o técnico Rogério Ceni. Nos acréscimos, o Palmeiras ainda teve uma última oportunidade de buscar o empate em chute de fora da área de Scarpa, mas a bola passou a centímetros da trave de Jandrei. Assim, o Tricolor garantiu a importantíssima vitória no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Gazeta Esportiva (foto: César Greco/assessoria)

Nenhum comentário: