Flamengo leva gol no fim e empata com o Ceará em jogo com polêmica - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

domingo, 15 de maio de 2022

Flamengo leva gol no fim e empata com o Ceará em jogo com polêmica

 


Da reclamação de um pênalti a favor a um gol sofrido no fim. O Flamengo amargou um duro golpe e empatou com o Ceará por 2 a 2, neste sábado, no Castelão, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. Quando vencia por 2 a 1, já na reta final do jogo, Gabigol foi tocado na área, mas a arbitragem não deu a penalidade. Aos 45, Nino Paraíba deixou tudo igual.

O Flamengo agora amarga uma sequência de quatro jogos sem vencer pelo Campeonato Brasileiro (são duas derrotas e dois empates). Com seis pontos, o clube carioca está na 14ª colocação. A pressão vai aumentar no Fla. Além das críticas ao trabalho do técnico Paulo Sousa, a diretoria vem sendo questionada, especialmente o presidente Rodolfo Landim e o vice de futebol Marcos Braz. O Ceará, com quatro pontos, está em 17º lugar.

O Rubro-Negro, agora, vai buscar carimbar a classificação para as oitavas de final da Libertadores. O Rubro-Negro recebe a Universidad Católica, do Chile, nesta terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã. Líder do Grupo H, com dez pontos, o Fla garante vaga, com uma rodada de antecedência, com empate. O Ceará também tem compromisso internacional no meio de semana. Nesta terça-feira, recebe o General Caballero, do Paraguai, pela Copa Sul-Americana. O Vozão lidera o Grupo G.

Já pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Flamengo é contra o Goiás, sábado, no Maracanã, às 16h30 (de Brasília). O Ceará, por sua vez, vai visitar o Santos, na Arena Barueri, sábado, às 18h30 (de Brasília).

O Flamengo tomou a iniciativa e logo deu trabalho ao goleiro João Ricardo. Aos dois minutos, Arrascaeta desceu pela esquerda, limpou a marcação e chutou. João Ricardo espalmou. No rebote, Bruno Henrique emendou por cima. A iniciativa rubro-negra deu certo aos seis minutos, quando Arrascaeta cobrou escanteio e Willian Arão fez 1 a 0.

O Ceará perdeu o principal jogador aos dez minutos. Vina sentiu problema muscular e deu lugar a Zé Roberto. Os donos da casa levaram perigo com chute da intermediária de Michel Macedo, para fora. Hugo precisou trabalhar em chute de Zé Roberto. O goleiro do Flamengo mandou para escanteio.

O Flamengo tinha espaço, mas errava o passe que poderia gerar chance. E ainda pagou caro por uma desatenção. O Ceará bateu falta rapidamente, no meio de campo, Mendoza foi lançado e chutou no canto de Hugo: 1 a 1, aos 25 minutos.

A parceria entre Arrascaeta e Arão funcionou novamente para o Flamengo e, aos 37, o meia uruguaio cobrou falta para área e o volante desviou para fazer 2 a 1 para o clube carioca. O Ceará ainda assustou no fim, em chute para fora de Mendoza.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Matheuzinho no lugar de Ayrton Lucas. O jovem lateral foi improvisado na esquerda. O clube carioca quase marcou novamente em bola parada. Arrascaeta cobrou falta e Pablo acertou o travessão.

Paulo Sousa fez mais duas mudanças. Ele colocou o zagueiro Rodrigo Caio e o lateral-esquerdo Marcos Paulo. Saíram David Luiz e Isla. Assim, Matheuzinho foi para a direita.

O Ceará passou a pressionar o Flamengo. Hugo e Matheuzinho salvaram o clube carioca. Após cobrança de escanteio, Yuri cabeceou. O goleiro rubro-negro desviou e o lateral, em cima, da linha afastou.

O Flamengo ficou na bronca com a arbitragem. Na reta final, Gabigol foi tocado na área. O árbitro Luiz Flavio de Oliveira (SP-Fifa) mandou o jogo seguir. O VAR, comandado por Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP-VAR-Fifa), não recomendou a revisão.

O Ceará empatou aos 45 minutos. Rodrigo Caio fez falta boba na lateral e ainda se machucou no lance. Nino Paraíba, que entrou no lugar de Michel Macedo, cobrou diretamente. Hugo, um pouco avançado, foi encoberto: 2 a 2.

Gazeta Esportiva (foto: assessoria/Gilvan de Souza/arquivo)

Nenhum comentário: