São Paulo vence Jorge Wilstermann e se aproxima de classificação na Sul-Americana - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

sexta-feira, 29 de abril de 2022

São Paulo vence Jorge Wilstermann e se aproxima de classificação na Sul-Americana

 

O São Paulo segue com 100% de aproveitamento na Copa Sul-Americana. Visitando o Jorge Wilstermann nesta quinta-feira, no estádio Félix Capriles, em Cochabamba, pela terceira rodada do Grupo D da competição, o time comandado por Rogério Ceni confirmou seu favoritismo e saiu de campo com a vitória por 3 a 1. Igor Gomes, Reinaldo, de pênalti, e Marquinhos balançaram as redes para o Tricolor. Osorio, também da marca da cal, fez o único tento dos donos da casa.

Com o resultado, o São Paulo foi a nove pontos, abrindo cinco de vantagem para o Everton, segundo colocado, e se aproximando da classificação para as oitavas de final da Sul-Americana. Vale lembrar que apenas o líder de cada chave avança para a próxima fase.

O São Paulo volta a entrar em campo pela Sul-Americana na próxima quinta-feira, contra o Everton, no Chile, às 19h15 (de Brasília). Já o Jorge Wilstermann, lanterna do Grupo D, enfrenta o Ayacucho, no Peru, no mesmo dia, às 21h30 (de Brasília).

O primeiro tempo esteve longe de ser difícil para o São Paulo. Com o jogo nas mãos, a equipe comandada por Rogério Ceni abriu o placar aos 22 minutos com Igor Gomes, que invadiu a área e completou o cruzamento de Igor Vinícius, marcando seu primeiro gol na temporada.

Mas, depois de abrir vantagem, faltou atenção ao São Paulo. Chávez recebeu bom passe de Jorginho, saiu cara a cara com Volpi e obrigou o goleiro tricolor a fazer grande defesa com o pé para salvar os visitantes.

Mas, pouco depois, não teve jeito. Arboleda se chocou com Osorio dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. O próprio Osorio foi para a cobrança e não desperdiçou, deixando tudo igual em Cochabamba.

O Tricolor até marcou o segundo gol com Luciano, que, de costas para a meta adversária, dominou o cruzamento, girou e bateu sem chances para Poveda. Porém, o árbitro marcou impedimento na jogada.

O São Paulo seguiu no comando da partida no segundo tempo e por pouco não recuperou a vantagem com Rigoni, que substituiu Luciano no intervalo, mas a cobrança de falta do argentino explodiu no travessão.

Poucos minutos depois, no entanto, a sorte esteve ao lado do Tricolor. Eder recebeu ótimo passe em profundidade, driblou o goleiro, mas foi derrubado por ele dentro da área. O árbitro não titubeou e marcou pênalti. Reinaldo foi para a cobrança e bateu no cantinho, fazendo 2 a 1.

Mas, assim como na etapa inicial, o Tricolor relaxou após garantir a frente no marcador e passou a ter de lidar com uma forte pressão do Jorge Wilstermann, que levou muito perigo com chutes de fora da área de Chávez e Machado.

Só que na reta final o São Paulo soube aproveitar o contra-ataque para selar a vitória na altitude de Cochabamba graças a um golaço de Marquinhos, em chute cruzado de fora da área, depois de o atacante ter carimbado a trave um pouco antes.

Gazeta Esportiva (foto: Rubens Chiri/assessoria)

Nenhum comentário: