Quatro atletas de Mato Grosso estão convocados e vão disputar Olimpíadas em Tóquio - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

quinta-feira, 8 de julho de 2021

Quatro atletas de Mato Grosso estão convocados e vão disputar Olimpíadas em Tóquio

 


Os quatro atletas de Mato Grosso Almir Júnior (salto triplo), Felipe Lima (natação), Anna Satila (canoagem) e Haline Leme Scatrut (rugby). Desses, apenas Satila já está em em território japonês. As Olímpiadas serão dias 25 de 30 deste mês, com vários protocolos para prevenir contágio pelo Coronavírus. Torcedores internacionais não poderão assistir aos jogos e há cuidados para o público interno.

Como uma forma de auxílio ao esporte mato-grossense, cada atleta convocado para os jogos recebeu R$ 30 mil de premiação do projeto Olimpus Mato Grosso. Segundo a secretaria de Estado Esporte e Lazer, se o competidor ganhar alguma medalha, independente da colocação, receberá um segundo prêmio, de R$ 100 mil.

Almir Junior, de 26 anos, é ex-morador de Peixoto de Azevedo (197 quilômetros de Sinop) e esta treinando salto triplo há 3 anos e competia na modalidade salto em altura anteriormente. O atleta treina desde os 14 anos. Ele é o terceiro melhor atleta da história do salto triplo do Brasil.

No ano passado, saltou 17 metros e 15 centímetros e ganhou o terceiro lugar, no Meeting de La Chaux-de-Fonds, na Suíça. A marca que garantiu vaga nos jogos olímpicos. Em 2018, o atleta foi prata no salto triplo do Mundial Indoor de Birmingham, na Inglaterra.

Felipe Lima, de 35 anos, está em sua segunda Olímpiada. A primeira foi a de Londres, em 2012. A vaga para os jogos no Japão foi garantida em competição realizada no Rio de Janeiro, no Parque Aquático Maria Lenk. Ele compete nos 100 metros peito e na oportunidade percorreu o trajeto em 59s43.

O atleta de Cuiabá treina desde os 8 anos, desde então participou de ganhou diversas competições, sendo destaques para o índice para as Olimpíadas de Pequim, em 2008, da qual não participou por não ter sido classificado na seletiva brasileira.

Foi medalha de prata nos jogos Pan-Americanos 2011. Foi medalha de bronze no Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2013 em Barcelona. Jogos Sul-Americanos de 2014 ganhou duas medalhas de ouro. Em junho de 2019, no Mare Nostrum, etapa de Monte Carlo, bateu o recorde das 3 Américas, na prova dos 50m peito, com 26s33 só para citar alguns prêmios recebidos pelo atleta.

Ana Satila, de 25 anos, já está no Japão e publicou em sua rede social a alegria de participar de mais uma Olimpíada, a terceira de sua carreira. “Mesmo depois de ter participado já de duas edições olímpicas, a empolgação ainda é muito grande. É uma honra e um orgulho imenso representar o meu país mais uma vez e vestir a camisa do BRASIL”, escreveu em sua rede social.

De Primavera do Leste (231 quilômetros de Cuiaba), Ana participou das Olímpiadas de Londres (2012), Rio de Janeiro (2016) e se classificou para os jogos em Tóquio. Ela compete desde os 16 anos e era a atleta mais jovem nos jogos de Londres.
Em 2020, ela foi campeã na Copa do Mundo de Canoagem, em Tacen (Eslovênia). Ela já tem 5 medalhas em Copas do Mundo.

Haline Leme Scatrut, de 28 anos, compartilhou em sua rede social agradecimento pelo incentivo do Estado. Ela é vice-campeã Brasileira 2019, com o Melina Rugby, e Bicampeã Brasileira 2015-2016, com o Curitiba Rugby. Agora, ela representa a seleção brasileira do esporte nos jogos do Japão.

 

Só Notícias/Gazeta Digital (foto: assessoria/arquivo)

Nenhum comentário: