Instituto dos Cegos de Mato Grosso é contemplado pelo edital Pontos de Esporte e Lazer - Na Cara do Gol MT

Últimas Notícias

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Instituto dos Cegos de Mato Grosso é contemplado pelo edital Pontos de Esporte e Lazer

 


O Instituto dos Cegos de Mato Grosso (ICEMAT) é uma das iniciativas contempladas pelo edital Pontos de Esporte e Lazer, promovido pela Secretaria de Estado Cultura e Lazer (Secel-MT). A ação beneficia 25 organizações da sociedade civil que desenvolvem atividades sociais esportivas, com prêmios de R$ 15 mil para cada instituição. O objetivo do projeto governamental é sistematizar o apoio às entidades que realizam este trabalho no Estado.

Fundado em 1979, o ICEMAT trabalha para possibilitar a inclusão de pessoas com deficiência visual, desenvolvendo ações que envolvem alfabetização, cursos, práticas esportivas, danças e música. O Instituto oferta um ambiente adaptado aos deficientes, com quadra poliesportiva, salas de informática, academia, biblioteca, refeitório e outros espaços para receber os frequentadores.

Atualmente o ICEMAT atende cerca de 300 alunos e tem mais de 2500 pessoas cadastradas. Dentre os integrantes do Instituto, 21 são atletas praticantes de Golbol, esportivo criado especificamente para pessoas que tem deficiência visual, e Judô.

“Hoje temos equipes das duas modalidades. Desde 2014 o Instituto desenvolve esse trabalho, e hoje o grupo conta com 10 atletas de Golbol e 11 de Judô. Foi justamente para possibilitar a prática esportiva que utilizamos os recursos do Pontos de Esporte e Lazer”, explicou o presidente do ICEMAT, Udeilson Cézar de Arruda.

O principal objetivo do Instituto é garantir os direitos de pessoas com deficiência visual no Estado. Além de promover ações esportivas, é trabalhada a alfabetização em braile, apoio ao aluno que está inserido nas escolas do município ou na rede estadual, inclusão digital, com uma sala de informática adaptada ao público alvo e outras ações que visam dar aos frequentadores uma vida independente.

“Temos o programa das atividades de vida autônoma, que capacita as pessoas com deficiência visual no autocuidado, como, por exemplo, administrar as atividades domésticas, a se vestir e preparar a própria refeição. O projeto Orientação e Mobilidade também tem o objetivo de dar autonomia às pessoas no ir e vir do dia a dia”, destacou Udeilson.

Os recursos do Edital foram destinados para assegurar as atividades de esporte entre os integrantes do Instituto. Segundo o presidente da entidade, o benefício possibilitou a aquisição de materiais para treinamento e jogos, como uniformes, equipamentos e objetos específicos para o desempenho do Golbol e Judô.

Para o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves, a proposta do Edital é justamente que o benefício possa ser utilizado para melhorar os espaços, ampliar os materiais para treino e aumentar o número de possíveis voluntários, além de possibilitar mais acesso a crianças e adolescentes à prática esportiva nas comunidades.

“A ideia foi auxiliar de forma sistemática as entidades que já fazem ou que tem projetos esportivos. A proposta é dar um gás a essas organizações para se manterem, já que boa parte delas funcionam a partir de doações. Estão tudo isso a gente pensou para que as entidades pudessem atender mais ainda a nossa população”, afirmou o secretário.

Outras 24 Instituições foram contempladas pelo edital, com 60% dos projetos selecionados sendo de municípios do interior do Estado e os outros 40% distribuídos na Região do Vale do Rio Cuiabá. Cada organização selecionada recebeu o prêmio em parcela única.

 

Fonte: Olhar Esportivo


Nenhum comentário: